Setembro Amarelo: Alimentos que combatem a depressão

O Setembro Amarelo é um momento que não pode passar em branco. Principalmente em uma época em que as pessoas estão lutando tanto para manter a saúde mental com seus conflitos… muitas vezes, entre se manter produtivas e ter cuidado redobrado diante de uma pandemia que ameaça a saúde mundialmente. Mas tem pessoas que sofrem mais…

Por razões fisiológicas ou sociais, é nesses momentos que muitos estão manifestando sinais mais fortes de depressão, ansiedade e outras patologias que não são frescura. Devemos estar atentos aos sinais de desânimo, cansaço excessivo, mudanças de humor, apatia… tanto em nós mesmos quanto nas pessoas com quem temos algum convívio, presencial ou virtual – como tem sido o “normal” atualmente.

Bom, o que vou falar aqui não é mais nenhuma novidade, mas infelizmente ainda é um tabu que, por ser tratado assim, acaba não sendo conversado e tratado da maneira correta.

Além de uma conversa franca com os entes mais próximos (seja você a pessoa que luta contra esse mal ou a que convive com alguém com sintomas de depressão e ansiedade), uma orientação médica pode se fazer necessária sim. E não falo apenas de profissionais da psicologia, mas inclusive da nutrição e outros mais possíveis profissionais que podem ajudar em todo contexto pelo qual seu corpo passa!

O corpo humano é uma máquina incrível, mas muito complexa e cheia de ligações que a maioria nem imagina. E como eu já citei em *outro post do meu blog, é uma besteira  separar a saúde mental da física!

Muitas falhas no funcionamento da nossa mente se dão por causas que vêm do resto do corpo e vice-versa. Podem ser por disfunções fisiológicas (crônicas ou ocasionais), por questões genéticas, por falta de atividades físicas… mas também por carência de certos nutrientes que o corpo precisa para ter um bom desempenho.

A seguir, vou te dizer alguns alimentos que possuem nutrientes capazes de suprir necessidades do organismo que podem estar influenciando no seu psicológico ou na estima daquela pessoa que você gosta tanto:

Consuma alimentos ou faça suplementação adequada de L- triptofano, ômega 3, magnésio e vitaminas do complexo B:

Estes nutrientes, principalmente em conjunto, contribuem com processos de reconstrução de tecidos (inclusive cerebrais), conversão de glicose em energia e na síntese de serotonina e melatonina. Isso tudo ajuda  a regular o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade e funções cognitivas, entre outras funções que melhoram a performance geral do indivíduo e diminuem a propensão de manifestar ansiedade e depressão.

A suplementação deve ser sempre muito bem orientada, mas aqui estão alguns alimentos onde você pode achá-los:

Triptofano:
Abacate, banana, peixes, ovo, laticínios, grão de bico, chocolate, mel…

Ômega 3:
Abacate, peixes (principalmente salmão, sardinha, pescadinha, filhote, truta e atum), sementes ou óleos de linhaça e chia…

Banner Convite Curso A Chave Mestra da Saúde



Magnésio:
Aveia, sementes de linhaça, sementes de abóbora, castanha-do-pará, castanha-de-caju, amendoim, amêndoas, espinafre cozido…

Vitaminas do complexo B:
Grande parte dos alimentos de origem animal, vegetais folhosos, sementes, castanhas, ervilha, feijão, banana, abacate, ameixas, batata…

Na verdade, todos eles estão presentes em diversos outras fontes (em maiores ou menores concentrações), por isso, quanto mais variada for sua alimentação natural, melhor. Mas citei aqui alguns pra você começar a inserir ou consumir mais frequentemente no seu dia-a-dia para melhorar o funcionamento de seu corpo e mente, te dando aos poucos aquela qualidade de vida que todo mundo deseja para si e tornando a rotina um pouco mais leve, eficiente e saudável em todos os aspectos.

Ah! Tem mais cuidados que você pode tomar com seu corpo e mente para se manter mais disposto (a), motivado(a) e com menos chances de desenvolver ansiedade e depressão…! Bem aqui no link do *post que mencionei antes: https://doutortireoide.com/mente-sa-corpo-sao/)

Seu corpo é um templo, cuide bem dele… Não apenas em Setembro, mas no ano todo.