Quais são os perfis de risco para doença da tireoide?

Você conhece os perfis de risco para doença da tireoide?

São diversas as condições que podem aumentar a chance de desenvolver uma doença tireoidiana. Os perfis abaixo citados deveriam, pelo menos uma vez na vida, medir os seus níveis dos hormônios da tireóide.

Na verdade, é uma pena que a maior parte da população não inclua em sua rotina de exames – pelo menos em um check-up anual – a medição dos hormônios tireoidianos.

Mas, vou listar alguns grupos que merecem mais atenção. Continue até o final para saber que grupos são esses e descubra se você está enquadrado em algum deles.

Doenças autoimunes

Portadores de doença autoimunes contam com alguma desordem no organismo onde o próprio sistema imunológico ataca o organismo. Dessa forma, pacientes com doença celíaca, lúpus, artrite, entre outros, devem estar com seus exames de tireoide em dia.

Descobrir um desequilíbrio entre os hormônios tireoidianos pode auxiliar no tratamento dessas doenças. Inclusive, também existe um tipo de hipotireoidismo autoimune, chamado Tireoidite de Hashimoto, onde o sistema imunológico ataca as células da tireoide.

Histórico familiar

Se qualquer pessoa da sua família sofre com doenças da tireoide, você também deveria se preocupar com esse assunto. O fator genético não é determinante, mas exerce grande influência na hora de manifestar problemas da tireoide.

Com base nos resultados dos seus exames, o médico pode determinar quais cuidados você deve tomar para evitar desequilíbrios em sua tireoide.

Irradiação

Pacientes que passaram por tratamentos de radioterapia, ou mesmo de irradiação para diminuir a função da tireoide devido ao hipertireoidismo, devem manter consultas regulares com um especialista da tireoide.

Isso porque a influência da radiação sobre essa glândula pode afetar seu funcionamento, levando ao hipotireoidismo.

Bócio

Os pacientes com aquele grande papo no pescoço precisam procurar auxílio médico. Geralmente, esse problema é ocasionado devido à falta de iodo. No entanto, essa condição só pode ser diagnosticada ou descartada pelo especialista.

Além disso, o tratamento também é personalizado, já que envolve reposição hormonal e suplementação de minerais.

Portadores de síndromes

Os portadores da Síndrome de Down e da Síndrome de Turner precisam estar em dia com seus exames da tireoide. Estima-se que, entre os portadores do Down, entre 30% a 40% sofram com o hipotireoidismo.

Diagnosticar e tratar essas condições são fundamentais para que essas pessoas não tenham mais prejuízos em seu desenvolvimento.

Para saber mais sobre os sintomas da tireoide, leia este artigo: Sintomas da Tireoide que você não conhecia.

Eu espero ter esclarecido quais os perfis de risco para doença da tireoide.

Para saber mais sobre o assunto, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Dr. Eudes Taralo

Fascinado por ciência e pela compreensão do ser humano sob uma perspectiva integrada e global, o Doutor Eudes Tarallo nunca se conformou plenamente com a grande maioria das respostas oferecidas pela medicina ocidental comum.

Tudo que você precisa saber sobre hipo & hiper tireoidismo