Probióticos e prebióticos funcionam para a tireoide?

Você já ouviu falar que o intestino é o nosso segundo cérebro? Pois bem, diversos estudos confirmam essa premissa. Dada sua importância, vamos entender no artigo de hoje, a influência do intestino e seus probióticos para tireoide na manutenção de uma vida saudável.

O corpo humano é populado por uma grande quantidade de bactérias. Muitas delas são bactérias do bem e indispensáveis para manter tudo funcionando corretamente.

Um dos exemplos mais conhecidos de bactérias do bem são os probióticos

Minúsculos seres que moram no intestino humano e que tem funções super importantes, como por exemplo, ajudar na absorção de nutrientes, facilitar a digestão e manter o sistema imunológico em dia.

Perceba que sem essas bactérias – os probióticos – nossa vida seria muito mais difícil.

Já a tireoide é responsável por liberar os hormônios que mantém o metabolismo humano revitalizado, ou seja, mantendo a sua disposição e energia.

Sabendo que a tireoide precisa de diversos minerais para funcionar adequadamente e que tais minerais são absorvidos no intestino, não é difícil descobrir os benefícios dos probióticos para tireoide.

Para se aprofundar neste assunto e entender quais são os benefícios dos probióticos para tireoide, leia o artigo até o final.

Vamos lá?

Probióticos para tireoide: o que você precisa saber

Os probióticos são microrganismos vivos que populam o intestino garantindo o bom funcionamento do mesmo. Eles precisam existir para garantir que o corpo humano absorva os nutrientes dos alimentos perfeitamente.

Contudo, existem também, as bactérias ruins que surgem a partir de uma alimentação pobre em nutrientes e rica em açúcar, industrializados e etc. 

Ambas populações sempre vão existir no intestino humano, entretanto a quantidade de probióticos não pode ser inferior ao necessário ou a quantidade de bactérias ruins.

Isso causaria um desequilíbrio na microbiota intestinal.

Microbiota intestinal

Também conhecida como flora intestinal, a microbiota diz respeito ao conjunto de microorganismos presentes no intestino.

Dentre eles estão os probióticos, fungos, vírus que tem como objetivo controlar a proliferação das bactérias ruins evitando doenças graves relacionadas ao trato intestinal.

Estima-se que no intestino humano existem trilhões de microorganismos com mais de 100 espécies diferentes já conhecidas.

Leia também: Intestino e tireoide: qual a relação entre ambos?

Probióticos para tireoide

Ok! Mas o que tudo isso tem a ver com a tireoide? 

É simples!

Ao cuidar do intestino mantendo uma microbiota saudável, cuida-se também da tireoide.

Considerando que o intestino tem conexão com todo o restante do corpo humans e é responsável por alimentar esse complexo sistema, suas bactérias do bem são importantes para a manutenção da tireoide.

O funcionamento saudável da tireóide depende da ingestão e observação de diversos minerais como o iodo, zinco, ferro, selênio e etc. Os probióticos são peça-chave nesse processo. 

Para que os minerais cheguem até a tireoide, a microbiota com seus probióticos precisam estar funcionando a todo vapor.

Dito isto, fica fácil entender que diversos tratamentos para hipo ou hipertireoidismo envolvem a re-população das bactérias do bem no intestino por meio do consumo de probióticos.

Ou seja, os benefícios dos probióticos para tireoide são efetivos e fundamentados.

Diferença entre probiótico e prebiótico

É comum encontramos a palavrinha prebióticos sempre que os probióticos aparecem. E isso pode causar uma certa confusão.

Então eu vou esclarecer a diferença que existe em os dois.

Sabemos que os probióticos são as bactérias do bem que populam o intestino humano. Em se tratando de microorganismos vivos, os mesmos precisam se alimentar para viver e manter seu próprio crescimento e desenvolvimento.

Os prebióticos são exatamente isso. São fibras que servem de alimento para os probióticos garantindo que eles cresçam e se desenvolvam favorecendo o equilíbrio da flora intestinal.

Desta forma, os tratamentos relacionados aos probióticos, normalmente, vêm acompanhados do consumo dos prebióticos, também.

Como cuidar do seu intestino

Felizmente se pode cultivar uma microbiota saudável a partir do consumo de alguns alimentos, garantindo que a mesma esteja cumprindo com a sua missão de absorver nutrientes e minerais distribuindo-os para os lugares necessários, a exemplo da tireoide.

Você poderá consumir probióticos através dos alimentos como:

  • Iogurte natural: são a principal e mais fácil fonte de probióticos;
  • Kefir: é um produto fermentado com levedura e bactérias que fica semelhante ao iogurte;
  • Leite fermentado: são produtos especiais que geralmente contêm Lactobacillus adicionados pela indústria;
  • Kombucha: uma bebida fermentada feita principalmente a partir do chá preto;
  • ​Produtos orientais à base de soja, legumes e verduras comprados em lojas especializadas.

Além disso, pode-se ter um efeito mais rápido a partir da suplementação de probióticos feita em farmácias de manipulação e indicadas por um profissional especializado.

Intestino e tireoide: uma dupla imbatível

Uma vez que se entende a influência do intestino no funcionamento saudável do organismo humano, sendo ele visto como “o segundo cérebro”, sabe-se que o mesmo tem impacto no desempenho da tireoide.

E por este motivo a adoção de probióticos aliada a uma alimentação saudável auxilia na absorção dos minerais indispensáveis para a tireoide.

Eis uma dupla imbatível quando se fala em vitalidade corporal: intestino e tireoide.

Você tem pode gostar de ler: 5 dicas para melhorar sua tireoide

Dr. Eudes Taralo

Fascinado por ciência e pela compreensão do ser humano sob uma perspectiva integrada e global, o Doutor Eudes Tarallo nunca se conformou plenamente com a grande maioria das respostas oferecidas pela medicina ocidental comum.

Tudo que você precisa saber sobre hipo & hiper tireoidismo