Exame de TSH normal, mas os sintomas de tireoide continuam?

É muito comum em minha rotina de consultório ouvir dos pacientes que contam com exame de TSH normal, no entanto, os sintomas de tireoide continuam. Se este é o seu caso, ou você já ouviu falar disso, continue até o final para entender.

Afinal, como pode um exame mostrar que os níveis do TSH não estão muito altos ou muito baixos, e mesmo assim os sinais que o organismo não está bem persistirem?

Mais do que garantir os bons níveis de TSH, é preciso que esse hormônio seja metabolizado da maneira correta para que chegue até os tecidos. Aí, o seu corpo depende de outros marcadores tão importantes quanto o TSH.

Quais as consequências de não tratar bem a tireoide?

Geralmente, quando o paciente faz uso do medicamento para equilibrar o TSH e seus exames mostram que os níveis estão bons, é porque o organismo não está equilibrado.

Em primeiro lugar, preciso esclarecer que o T4 não é o hormônio ativo da tireoide. O hormônio ativo é o T3. O T4, quando metabolizado corretamente, transforma-se em T3.

É por isso que o desequilíbrio do metabolismo interfere negativamente na absorção do TSH.

Assim, é comum que os sintomas persistam. Cansaço, dificuldade para emagrecer, falta de motivação, entre outros bem conhecidos, continuam se manifestando em quem está desequilibrado.

Quais exames devem ser feitos?

Para saber se tudo está realmente bem com o funcionamento da tireoide, são necessários outros exames além dos níveis de TSH. É preciso que o hormônio penetre nos tecidos com receptores para ele.

Por isso, destaco sempre a importância de uma alimentação para a tireoide, conforme já expliquei neste artigo.

Mas, o TSH é apenas um dos exames fundamentais para investigar a saúde da tireoide. Além dele, é preciso medir o T3 livre, o T3 reverso, o T4 livre e o SHBG. Este último é um importante marcador, afinal, é ligado aos hormônios sexuais e mede indiretamente a ação dos hormônios da tireoide nos tecidos.

O exame de T3 reverso também é interessante para medir essa mesma ação. No entanto, é a partir dele que pode compreender se o T4 é transformado em T3. Essa metabolização é fundamental para o bom funcionamento da tireoide.

Quando as taxas do T3 reverso estão altas, é sinal de que o organismo não está com esse hormônio em plena atividade. Ou seja, existe uma deficiência que resulta na inibição da ação do TSH.

A consequência desse desequilíbrio manifesta-se nos sintomas. O paciente fica cansado e sentindo-se mal. Mas, por manter os níveis relativamente bons de TSH no exame, pensa que está bem.

Por isso, converse sempre com seu médico enquanto os sintomas persistem. Ele será o responsável por solicitar outros exames. Sinalize a ele, também, o seu interesse em resolver esse desequilíbrio a fim de conquistar melhor qualidade de vida.

Eu espero que este artigo ajude você a entender por que os sintomas continuam mesmo quando o exame de TSH está normal.

Para saber mais, assista ao vídeo abaixo e aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube.

Dr. Eudes Taralo

Fascinado por ciência e pela compreensão do ser humano sob uma perspectiva integrada e global, o Doutor Eudes Tarallo nunca se conformou plenamente com a grande maioria das respostas oferecidas pela medicina ocidental comum.

Tudo que você precisa saber sobre hipo & hiper tireoidismo