7 Alimentos para o seu cérebro
  • Post author:
  • Post category:Tireoide

Todo alimento é combustível para o cérebro, mas há alguns tipos que carregam nutrientes específicos que tornam o funcionamento cerebral mais eficiente.

Além do açafrão e da cúrcuma (*vide post do Instagram “Benefícios Cerebrais da Cúrcuma e Açafrão”), vou citar mais 7 alimentos que fazem bem para a saúde do cérebro e que vão te ajudar a prevenir patologias que podem acometê-lo:

Chá

Existem 4 tipos de chás: branco, verde, oolong e preto. O branco e o verde são menos processados, possuindo assim, maior quantidade de antioxidantes que por sua vez são relacionados a benefícios à memória e menores taxas de Alzheimer em quem os consome.

Uvas vermelhas


As uvas vermelhas contêm resveratrol, que também reprime alguns processos maléficos a quem tem a Doença de Alzheimer. Estudos mostram que esse tipo de uva pode retardar o aparecimento de outras doenças neurodegenerativas e melhorar a saúde do cérebro em geral – especialmente em idosos com leve comprometimento cognitivo.

Estudos indicam também que beber quantidades moderadas de vinho tinto (125ml/dia) pode ser uma boa pedida para aproveitar o resveratrol, e que comer o equivalente por volta de 2 xícaras de uvas por dia é a dose ideal para cérebro.

Leguminosas


A família das leguminosas inclui milhares de variedades coloridas de feijão, ervilha, lentilhas e grão-de-bico, entre outras.

Elas contém folato, ferro, magnésio e potássio, que contribuem com diversas funções do corpo e também com disparo de neurônios.

Esse tipo de alimento aparece com destaque na prevenção de uma boa parte de casos de Alzheimer, tendo em vista que possuem colina e vitaminas do complexo B que aumentam a acetilcolina (um neurotransmissor crítico para a função cerebral).

Mirtilos


São ricos em um tipo de antioxidante chamado antocianinas, que também melhoram a função cerebral. E, segundo um estudo específico com mulheres numa média de 74 anos, diminuiu o envelhecimento cognitivo delas em 2 anos e meio nas que consumiam bastante mirtilos.

Também têm relação com melhores níveis de memória e menor propensão à depressão.

Alimentos verdes

Especialmente vegetais crucíferos como brócolis, rúcula, agrião, acelga e couve de Bruxelas. São ótimos em aliviar o declínio cognitivo que ocorre ao longo do envelhecimento.


Ácidos graxos ômega-3


Há três tipos de ômega-3: ALA (ácido alfa-linolênico), EPA (ácido eicosapentaenóico) e DHA (ácido docosahexaenóico). Todos eles são super importantes, mas é o DHA o principal e mais predominante tipo de toda a gordura Ômega 3 presente no cérebro e na retina (mais de 90%).


É também o principal componente estrutural do córtex cerebral – parte responsável pela memória, linguagem, criatividade, emoção e atenção.

Peixes gordurosos como o salmão, sardinha, anchova e arenque e certos algas são ótimas fontes de ômega-3. E, assim como outros alimentos citados aqui, diminuem o declínio mental do envelhecimento e risco de Alzheimer.


Café

O consumo de café, além de um ótimo vasodilatador (o que melhora a circulação do sangue), é  bom para memória, atenção e função cognitiva geral.

Além disso, estudos realizados em diversos tipos de público e países diferentes, apontam em geral que o consumo regular de café reduz significativamente a incidência de demência em adultos, risco de AVC (acidente vascular cerebral), Doença de Parkinson e Alzheimer.

Mas cuidado: Não é pra todo mundo que o café é assim tão benéfico.  A cafeína torna algumas pessoas nervosas, ansiosas e inquietas.

Também é necessário cuidar para não se tornar um dependente dele e não virar  uma daquelas pessoas que só funcionam se beberem café.

Gostaram das dicas?

Pois então… Corpo são, mente sã. E a inversa também é verdadeira!

Muitas vezes nos preocupamos com a saúde do resto do corpo e esquecemos de inserir na nossa dieta alimentos e hábitos que aprimoram e protegem o funcionamento de um dos nossos bens mais valiosos: o cérebro.

Tente inserir aos poucos cada um desses alimentos no seu dia-a-dia e você terá melhorias logo logo e ao longo do tempo em na qualidade de vida.

Para mais conteúdos que te ajudam a ter uma saúde melhor, continue me acompanhando aqui no blog e lá nas redes sociais (instagram @doutortireoide)!

Estou sempre aberto a dúvidas e sugestões de conteúdo.